ORAÇÃO DO POVO DE DEUS

“Se o meu povo, que pertence somente a mim, se arrepender, abandonar os seus pecados e orar a mim, eu os ouvirei do céu, perdoarei os seus pecados e farei o país progredir de novo.” (BÍBLIA: Livro de II Crônicas 7.14 – Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

Oração é engajamento: aqueles que oram devem estar comprometidos com aquilo que pedem a Deus. A oração que Deus ouve é aquela que revela coerência entre o que se vive e o que se pede. Infelizmente, muitas pessoas ainda encaram a oração como um ritual mágico, no qual o poder está nas palavras, e não em Deus. Mas, para aqueles que são discípulos de Jesus, que participam da igreja, comunidade de fé, orar significar envolver-se com aquilo que se deseja, ciente de que o que se pede é segundo a vontade de Deus.

No texto bíblico de Crônicas percebemos alguns passos importantes e necessários para que nossas orações estejam alinhadas à vontade de Deus e sejam coerentes com nossa vida pessoal e comunitária. Acima de tudo, nossas orações devem ser baseadas na confiança de que Deus é poderoso, bondoso e misericordioso.

ARREPENDIMENTO. É preciso reconhecer os próprios erros e maldades antes de apontar para os outros; é preciso humilhar-se diante de Deus e buscar o seu perdão gracioso, seja pessoal, seja como comunidade, antes de pedirmos qualquer outra coisa. É preciso ter nojo do pecado e da maldade; é preciso afastar-se da escuridão e da injustiça e voltar para luz, que é Jesus.

MUDANÇA. É também necessário mudar de atitude, de rumo; precisamos conformar nossas vidas aos princípios e valores do Reino de Deus, rejeitando toda visão e prática mundana, deixando que Deus nos purifique e santifique, não só como indivíduos, mas como comunidade. Para que o país progrida, a igreja precisa ser sal e luz de verdade; só veremos a conversão do nosso país depois que a igreja se converter a Deus de todo o coração.

ORAÇÃO. Orar é reconhecer que Deus é o Senhor de tudo o que existe; somente Ele pode transformar profundamente a pessoa, a igreja e a nação. Precisamos aprender a orar; precisamos orar sem cessar; precisamos orar pelo nosso país como quem partilha do destino da nação e não desiste de clamar em favor do Brasil.

Finalmente, oramos porque cremos no que diz o salmista: “Se o Senhor não edificar a casa, não adianta nada trabalhar para construí-la. Se o Senhor não proteger a cidade, não adianta nada os guardas ficarem vigiando.” (BÍBLIA: Livro do Salmo 127.1 – Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

Casso Mendonça Vieira
Pastor na 1ª IPI de Campinas

Recent Posts